Feliz 2017! ūüôā Finalmente, depois de muito tempo resolvi escrever no blog e dessa vez em portugu√™s, hehe pra treinar mesmo, me perdoe os erros.

Se vc √© como eu e tem pregui√ßa de ler fiz um v√≠deo falando sobre a minha experi√™ncia no Canad√°, mas vou escrever tamb√©m comentando e explicando. Moro aqui desde Nov de 2011 e vim como estudante de franc√™s e trabalhadora tempor√°ria, vim com um visto de 1 ano, acredito que hoje em dia n√£o exista mais, o que as pessoas, especialmente os casais tem feito √© curso na faculdade, assim um estuda e o outro tem direito ao visto de trabalho… enfim, como eu disse no v√≠deo eu n√£o sou especialista, quando eu comecei √† procurar sobre isso a primeira coisa que eu fiz depois de falar com amigos, pesquisar na internet foi falar com um advogado especializado em imigra√ß√£o e ela me deu qual poderia ser a melhor op√ß√£o para vir, a mais adequada pro meu perfil. Uma coisa eu posso dizer, n√£o existe nenhum atalho e nenhuma garantia de que nada vai dar certo, todos os processos (at√© o de casamento que √© o que eu fiz) √© demorado, caro e chatinho, cheio de detalhes, ent√£o se vc quer vir o quanto antes vc come√ßa √† pesquisar, guardar dinheiro melhor, 5 anos passa realmente muito r√°pido.

Morar aqui é muito bom e eu amo muito, mas precisa querer muito, a gente sacrifica muito conforto que a gente nem se dava conta que tinha no Brasil, mas por mim, posso dizer que sair da zona de conforto tem o seu resultado, assim como tudo na vida, nada que vale à pena é dado de graça.

“Precisa ser rico pra vir? Quanto dinheiro vou gastar? Preciso ter curso universit√°rio? Preciso falar fluente ingl√™s/franc√™s?”¬† Tudo isso ajuda √© claro! Mas mas importante √© querer, dinheiro vc guarda, curso vc pode fazer aqui e nem s√£o todos os cursos que s√£o reconhecidos, l√≠nguas vc aprende, por melhor que vc fale no Brasil, o fluente aqui, n√≠vel para trabalhar, namorar, etc √© outro n√≠vel… pela minha experi√™ncia: n√£o sou rica, n√£o venho de fam√≠lia rica mas tinha um √≥timo emprego no Brasil, ganhava muito bem pra uma pessoa de 23 anos formada em Artes, sem filhos, fam√≠lia com sa√ļde, classe m√©dia e posso me gabar de ter a sorte de que sempre me apoiaram, nos momentos dif√≠ceis, sou realmente muito grata, mas tenho orgulho de dizer que me sustentei sozinha, aqui trampando em diversos lugares, cheguei √† trabalhar como gar√ßonete em 3 restaurantes numa mesma semana.

Por quê valeu à pena pra mim sair de um emprego bom em uma multi nacional do lado da minha cidade onde eu tinha amigos, praticava francês e inglês, tinha dinheiro pra gastar com roupas, balada etc? Simples, pra me forçar à mudar de vida e à seguir a carreira artística.

“Mas vc poderia se mudar pra Sampa que √© do lado de Campinas” Podia, e tentei bastante, mas tem coisa que n√£o √© pra ser e o que eu amo aqui que √© muito diferente de S√£o Paulo √© a seguran√ßa, -20C vale √† pena quando a gente n√£o tem que andar pela rua com medo de assalto ou de tarado, coisa que tem aqui sim, mas √© muito menos.

“Mas vc se mudou pra√≠ pra trabalhar como artista, por que vc trampava como gar√ßonete, n√£o d√° na mesma trabalhar com TI?” Uma coisa que todo o ilustrador; artista etc deve saber √© que o trabalho de arte n√£o √© alto de extrema demanda, vc gera a demanda e pra isso vc precisa ser muito bom, n√£o s√≥ tecnicamente mas tamb√©m ser profissional, bom em comunica√ß√£o, respons√°vel etc e isso se adquire com tempo, alguns mais ou menos, ou por exemplo sou um pouco devagar e ainda t√ī aprendendo mas j√° melhorei muito, todo mundo na verdade deve se aprimorar sempre. A verdade √© que entrar no mercado √© o mais dif√≠cil, √© a parte mais dura, acredito que o come√ßo √© onde a gente mais erra.

Trabalho existe, seja Campinas, S√£o Paulo, Montreal, Nova Iorque, alguns lugares t√™m mais empresas e vagas ou menos mas independente de onde seja n√£o √© de uma hora pra outra ainda mais quando vc n√£o tinha experi√™ncia, como eu, e tamb√©m depende muito do seu portfolio, consegui um job super legal de 6 meses pra uma revista no M√©xico quando eu estava em Campinas, apesar de ter amigos mexicanos aqui em Montreal, n√£o foi por indica√ß√£o, acharam o meu site! Enfim, experi√™ncia e portf√≥lio se adquire, paci√™ncia e a√ß√£o cont√≠nua √© a chave, como diz Napoleon Hill no seu livro “Chaves para o Sucesso”. Antes de chegar aqui fiz facul de artes, fazia trabalhinhos de caricatura pro colegas da IBM, fiz uma ilustra pra revista Nestl√©, livro aqui e acol√° e trabalhei poucos meses em ag√™ncia, isso n√£o me garantiu nada no come√ßo, ali√°s, quero fazer um novo post contando os erros e acertos na minha carreira, quem sabe eu posso ajudar algu√©m. Voltando a pergunta sobre trabalhar com TI no Brasil e restaurantes em Montreal, diferen√ßa √© aqui eu tive muito mais tempo e recursos pra me dedicar √† minha arte, conheci gente, fiz workshops como o Schoolism, workshop de anima√ß√£o, Montreal √© uma cidade muito mais rica em possibilidades na √°rea de arte que Campinas. O trabalho de restaurante me deu dinheiro pra pagar as contas e ajudou muito √† perder a timidez pra falar com estrangeiros e diferente do trabalho de TI eu tinha tempo de pegar freelas.

Bom √© isso d√° pra escrever um livro contando tudo, √© bastante coisa mesmo, vou tentar escrever mais e quem quiser me procurar pode me mandar um email, vou ter prazer em poder ajudar, s√≥ n√£o esque√ßa que cada um segue um caminho e que a experi√™ncia e a hist√≥ria de cada pessoa √© algo √ļnico. ūüôā

 

Tem tamb√©m essa entrevista pro blog da √Ęnima: http://blogdaanima.blogspot.ca/2016/01/anima-entrevista-camila-picheco.html

 

Obrigada pessoal!

 

No comments so far.

Laisser un commentaire

Your email address will not be published. Website Field Is Optional